Publicada em 06/03/2017, às 11:06

Sem poder de fogo, Santos estuda mudar jeito de jogar na Libertadores

Peixe não criou nenhuma chance clara de gol no clássico contra o Corinthians. Posse de bola segue como prioridade, mas ideia é finalizar mais a gol

Zeca acha que Santos tem de chutar mais a gol (Foto: Marcos Ribolli)

A derrota por 1 a 0 para o Corinthians no último sábado pode causar mudanças no jeito de jogar do Santos para a Libertadores. A estreia é nesta quinta-feira, contra o Sporting Cristal, no Peru.

O Peixe não criou nenhuma chance clara de gol no clássico e não arriscou finalizações de fora da área. A premissa é manter a posse de bola e ter paciência para abrir a marcação adversária, mas há o pensamento de que é preciso testar mais o goleiro adversário.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



– Temos posse de bola, falta o gol, mas não estamos concluindo. Estamos treinando e vamos trabalhar forte para os gols saírem. Nós costumamos não finalizar de fora, erramos até. Poderíamos finalizar mais – analisou o lateral-esquerdo Zeca.

Algumas mudanças já ocorreram na própria partida contra o Corinthians. Dorival optou por uma dupla de zagueiros de origem, com Yuri como volante. Os laterais, acostumados a jogarem como meias em alguns momentos das partidas, guardaram posição.

A comissão técnica vai estudar o Sporting Cristal e espera contar com os retornos de Renato, Lucas Lima e Ricardo Oliveira para definir as mudanças e fazer o Alvinegro retomar o bom futebol do ano passado e da estreia com goleada por 6 a 2 contra o Linense.





Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Santos