Publicada em 06/03/2017, às 10:30

Santos pretende concluir acerto com a Caixa nesta semana; saiba o que falta

Com detalhes a serem acertados, Peixe tem pré-contrato com a estatal e estampa a marca no patrocínio master desde o começo do ano

Thiago Maia com camisa estampada pela Caixa (Foto: Marcos Ribolli)

O Santos tem como meta definir o acerto com a Caixa Econômica Federal para o patrocínio master até o fim desta semana. Há um pré-contrato assinado para uso da marca e restam burocracias a serem finalizadas.

Independentemente da data de conclusão, o acordo é anual, sem alteração no valor, que gira em torno de R$ 15 milhões. O Peixe tem o banco no uniforme desde o começo do ano.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Os detalhes são financeiros, como apresentação de garantias, operações de câmbio e folha de pagamento. Paralelamente a isso, o Peixe tenta o patrocínio também para o time de futebol feminino e de goalball. O presidente Modesto Roma já foi a Brasília negociar pessoalmente em duas oportunidades.

A Caixa estampou a camisa santista nos últimos três meses de 2016 e pagou R$ 2 milhões pelo período. Vale lembrar que as conversas só foram permitidas porque o Alvinegro regularizou sua situação na Receita Federal e obteve a Certidão Negativa de Débitos (CND), ficando livre para receber incentivos fiscais.

O Santos não tem um contrato longo de patrocínio principal desde 2013, quando encerrou o vínculo com o BMG, e Neymar foi vendido. Além da Caixa, o clube tem Royal Air Maroc, Sil e Algar como parceiros. Só falta um espaço nas costas da camisa.



Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte