Publicada em 06/03/2017, às 10:32

Maicon será reavaliado e ganha status de dúvida do Grêmio na Libertadores

Capitão fica fora do Gre-Nal por pequena lesão na panturrilha direita e pode ser desfalque também contra o Zamora, quinta-feira, na Venezuela, pela Libertadores

Maicon é dúvida do Grêmio contra o Zamora, na quinta (Foto: Eduardo Moura/GloboEsporte.com)

Um dos rescaldos do empate em 2 a 2 do Gre-Nal deste sábado é a situação de Maicon. O capitão do Grêmio acabou preservado do duelo na Arena por conta de uma pequena lesão muscular na panturrilha direita. Apesar de não apresentar gravidade alta no exame de imagem feito, ficou definido pela preservação do jogador em uma decisão do departamento médico e comissão técnica no vestiário da Arena, momentos antes do jogo. E, segundo o médico Paulo Rabaldo, o volante é dúvida para a estreia na Libertadores, na próxima quinta.

Maicon participou do aquecimento como um teste no vestiário e o problema voltou a incomodar. O capitão gremista fez trabalhos em três períodos para estar apto a atuar no Gre-Nal. Como a pequena lesão na panturrilha persistiu, o foco foi na Libertadores. Como o Grêmio viaja para a Venezuela na próxima terça-feira, para a estreia contra o Zamora, na quinta, o volante foi vetado e fará tratamento intensivo para integrar a delegação.

– O Maicon sentiu um desconforto na panturrilha. Nós realizamos exame de imagem, não há lesão, mas o jogador não se sentiu confiante para atuar. Optamos por retirá-lo do jogo e vamos reavaliar sua situação a partir da segunda-feira. É dúvida para quinta – disse Rabaldo na zona mista da Arena.

Leia Mais
- Renato inclui Grohe e Miller Bolaños na concentração para encarar o Ju
- Grêmio cogita volta antecipada de Bolaños após 3º amarelo pelo Equador
- Bolaños retorna ao Grêmio e pode ser usado por Renato neste sábado
- Renato defende força do grupo, mas atrela melhora a volta de titulares
- Leia mais notícias sobre Grêmio em www.futnet.com.br/gremio

- Se fosse uma final, íamos arriscar no Maicon. Mas ele sentiu a panturrilha, já tive essa lesão, falei com ele, com o departamento médico, o Henrique (fisioterapeuta). Ele foi até no meu quarto, eu conversei, falei que sabia o que era essa lesão. Ficou três dias sem treinar e era óbvio que em um jogo como esse teria que dar um pique. E óbvio que ia sentir. Temos que tomar cuidado para quinta porque se sente de novo para por quatro semanas - disse Renato em sua entrevista.

O capitão gremista sentiu o problema no treino da última quarta-feira, no CT Luiz Carvalho. Ficou fora do trabalho na quinta. Na sexta, começou o treino apenas correndo no campo. Depois, conversou com Rabaldo, com o técnico Renato Portaluppi e foi participar do recreativo normalmente. Na entrevista pós-treino, o treinador disse que não havia problema com o volante e que ele teria condições. Mas sentiu o problema no aquecimento.

A viagem gremista para a Venezuela ocorre na terça, às 12h20. O grupo volta a treinar após o Gre-Nal, na manhã de segunda-feira, e também trabalha na terça antes da ida para a Venezuela.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Grêmio