Publicada em 06/03/2017, às 09:32

Inscrição na Libertadores pode mexer com renovações de Sassá e Emerson

Cinco novos nomes podem ser incluídos no grupo que disputará a fase de grupos. Dupla, titular no ano passado, tem propostas para renovar. Outros jogadores querem espaço

O atacante Sassá disputou apenas um jogo nesta temporada e o zagueiro Emerson não fez nada além de treinar

Oficialmente, termina na noite de domingo - 48 horas antes da estreia, contra o Estudiantes (ARG) - o prazo para a inscrição de até cinco jogadores do Botafogo na fase de grupos da Copa Libertadores. E assim como a lista inicial rendeu polêmicas, a nova relação deverá causar certa movimentação nos bastidores do clube de General Severiano. Vide os casos de Sassá e Emerson, principalmente.

O atacante, cujo contrato termina no fim do ano, tem em mãos uma proposta de renovação com o Glorioso. E após terem sido aparentemente superados os problemas disciplinares, passa pelo novo acordo a presença dele no grupo que viajará pelo continente. O clube espera uma resposta nos próximos dias. O empresário dele, Lucas Mineiro, acompanha o Sul-Americano Sub-17 no Chile.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



No caso do zagueiro, a possibilidade de aparecer na lista pode gerar um final feliz, ainda que tardio, para a tão enrolada renovação. Já passa de um ano a tentativa de entendimento entre os dirigentes alvinegros, o pai do jogador e o empresário, Jailton Oliveira.

O salário de Emerson, titular praticamente todo o ano passado, ainda é de jogador sub-20. A última contraproposta rejeitada pelo Glorioso previa vencimentos de R$ 200 mil este ano, aumentos de R$ 20 mil e R$ 30 mil nos anos seguintes; €500 mil no caso de futura venda, 10% de comissão para o agente e manutenção dos 25% dos direitos econômicos ao jogador/agente.

O clube entende as pedidas como fora da realidade. A última cláusula, a diretoria não aceita manter em renovação alguma. As discordâncias são muitas, mas a visibilidade de meses disputando pelo menos a fase de grupos da competição pode mudar o cenário. A contratação de outro zagueiro foi cogitada, mas descartada com as grandes atuações de Marcelo.





A LISTA

De todo modo, as vagas na Libertadores estão aguardando donos: a não ser que haja uma reviravolta, Canales será inscrito. Apesar de ter demonstrado interesse em voltar ao Chile, o centroavante segue sendo alvo de grande expectativa da diretoria e da comissão técnica. Principalmente este ano, após emagrecer e, segundo o próprio, estar na melhor forma em cinco anos.

Luis Ricardo deve ser o dono de outra vaga. O lateral-direito está na fase final de recuperação após nova intervenção cirúrgica no tornozelo esquerdo. Quem ganhou pontos foi Fernandes, que teve grande atuação no jogo contra o Boavista, pelo Campeonato Carioca.

Caso não haja acordo com Emerson - e talvez mesmo se houver - o zagueiro Renan Fonseca deve ser inscrito, após ser preterido da lista inicial. No Carioca, Kanu, do sub-20, foi inscrito no lugar do defensor que ainda não jogou este ano. Correm por fora Vinícius Tanque, que tem um gol no ano, Yuri, que tem um jogo como profissional e Renan Gorne, que não estreou como profissional.

O caso de Jefferson é uma questão de estratégia. Ele acaba de voltar a utilizar os braços para treinar, imagina-se que ele estará pronto para voltar a jogar em maio, mas expectativas mais otimistas preveem retorno um pouco antes.

A técnica do goleiro, lesionado há quase um ano, é conhecida, mas o último jogo do Botafogo na fase de grupos é no fim de maio. Pode não haver tempo hábil para ele jogar. Valeria a pena incluí-lo?

Fonte: Lancenet
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Botafogo