Publicada em 06/03/2017, às 09:31

Com defesa sólida, Carille tem planos para melhorar ataque do Corinthians

Técnico admite que sistema ofensivo precisa melhorar e diz que usará pelo menos dois meias por partida. Rodriguinho e Jadson são as principais opções para a armação

Carille quer melhorar sistema ofensivo do Timão (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag.Corinthians)

Em nove jogos oficiais nesta temporada, o Corinthians foi vazado em apenas dois, na derrota por 2 a 0 para o Santo André e na vitória por 3 a 2 sobre o Mirassol. Com esse bom retrospecto, o técnico Fabio Carille valoriza a solidez defensiva, mas admite que o ataque precisa melhorar.

O treinador faz planos para o sistema ofensivo e disse que sempre usará pelo menos dois meias. A ideia de Carille é continuar escalando a equipe no 4-1-4-1, sendo Rodriguinho e Jadson os principais responsáveis pela armação das jogadas. Ele ainda citou Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel como opções.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



- Eu havia dito lá no início da temporada que a equipe sob o meu comando seria bem organizada defensivamente, compacta, que sofre poucos gols. A prioridade era, sim, arrumar a defesa primeiro e, então, aos poucos, ir ajustando o restante dos setores um a um, com calma - explicou Fabio Carille.

- Só sofremos gols em dois jogos oficiais, e isso é uma marca que tem de ser valorizada. Não estamos tendo muito tempo para trabalhar, mas o nosso maior foco atualmente é melhorar a parte ofensiva - admitiu o treinador.

O Corinthians tem média um gol por jogo nesta temporada. Na única partida em que marcou três vezes, o Timão foi escalado no 4-4-2. Carille, porém, prioriza o 4-1-4-1 e tem o 4-2-3-1 como segunda opção.





GUILHERME FORA DOS PLANOS POR ENQUANTO

Apesar do desejo de usar pelo menos dois meias, Carille não tem nem relacionado Guilherme para as partidas. Ele participou apenas de dois jogos na temporada, entrando no segundo tempo contra Caldense e Santo André.

- Eu tinha Jadson, Rodriguinho, Giovanni, que está em melhor condição, e Camacho, que vejo como um cara de bom passe. Foi a montagem para o jogo, e deixar o Guilherme fora foi opção - afirmou o treinador, após o clássico contra o Santos.

Já Marquinhos Gabriel voltará a ficar à disposição para a próxima partida. Ele está recuperado de um estiramento muscular na coxa direita sofrido no confronto com o Santo André, no dia 11 de fevereiro.

- Ele falou que estava um pouco sem confiança na perna direita, estava evitando chutar no treino. Falou que precisava se preparar melhor para a partida - disse Carille.

Fonte: Lancenet
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Fluminense