Publicada em 05/03/2017, às 10:46

Bola parada se torna arma do Cruzeiro diante do América/TO

Após dois gols em lance de bola parada contra a Caldense, Raposa utiliza artifício para buscar vitórias no Campeonato Mineiro

Washington Alves/Cruzeiro

Mano Menezes não esconde de ninguém. A bola parada é uma de suas preocupações no Cruzeiro. Arma fundamental na vitória sobre a Caldense, na quinta-feira (2), pela quinta rodada do Campeonato Mineiro, a jogada é trabalhada incessantemente pelo treinador gaúcho na Toca da Raposa II.

Neste domingo (5), diante do América/TO, o treinador espera que as jogadas de bola parada voltem a funcionar para que os seus comandados garantam um triunfo e a manutenção da vice-liderança do Estadual.

Já é algo comum para os repórteres que acompanham o cotidiano do clube. Quando o técnico inicia o trabalho de bola parada, é proibido fotografar ou filmar os lances. A situação foi definida pela comissão.

Leia Mais
- Vice-artilheiro no ano, Ábila quer ajudar Raposa a melhorar finalização
- Invencibilidade 15 jogos não ilude Mano na primeira fase do Mineiro
- Mano minimiza baixo rendimento do ataque e contusões no Cruzeiro
- Com Ramón Ábila no ataque, Cruzeiro está pronto para encarar o Uberlândia
- Leia mais notícias sobre Cruzeiro em www.futnet.com.br/cruzeiro

Não é à toa que, no último confronto do Cruzeiro, a equipe se aproveitou do que é feito nos trabalhos de Mano Menezes e garantiu dois gols, ambos marcados pelo volante Henrique. O técnico explica o fato:

– Costumo trabalhar bola parada em todas as equipes que dirijo, principalmente quando se enfrenta um adversário que espera mais. Às vezes, o jogo se decide assim. Você vai tentando achar soluções porque tem que ganhar de várias maneiras na partida – afirmou.

O Cruzeiro enfrenta o América/TO às 16h (de Brasília), no estádio Nasri Mattar, em Teófilo Otoni. Com 13 pontos conquistados, a Raposa tenta um triunfo para se manter a dois do líder Atlético-MG, que atualmente conta com 18.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA/TO X CRUZEIRO

Local: estádio Nasri Mattar, em Teófilo Otoni (MG)
Data-hora: 5/3/2017 (domingo) – às 16h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcus Vinícius Gomes (MG)

AMÉRICA/TO: Thiago; Gleisinho, Diego, Emerson Souza e Bruno Barros; Ronaldo Kalu, Victor, Geovane e Leandro Cruz; João Pedro e Wanderson. Técnico: Marcelo Buarque.

CRUZEIRO: Rafael; Ezequiel, Kunty Caicedo, Léo e Diogo Barbosa; Ariel Cabral, Henrique, Robinho, Giorgian De Arrascaeta e Thiago Neves; Rafael Sóbis. Técnico: Mano Menezes.

Fonte: Lancenet
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Cruzeiro