Publicada em 03/03/2017, às 10:19

Grupo de transição aprova empate em "debut": "Nosso objetivo era pontuar"

Time repleto de jovens e jogadores pouco aproveitados ficou no 1 a 1 com o Ceará

Felipe Endres estreou no comando do Grêmio (Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação)

Com o Gre-Nal pelo Gauchão daqui a dois dias, o Grêmio priorizou o descanso ao grupo principal e utilizou o grupo de transição e jogadores fora dos planos para enfrentar o Ceará na noite desta quinta-feira, pela Primeira Liga. Na Arena com o pior público em jogos do Tricolor, os jovens empataram em 1 a 1 com a força máxima do Vovô. Para os atletas e o treinador Felipe Endres, o resultado foi positivo, pois manteve o time com chance de passar à segunda fase.

Até mesmo Renato Portaluppi ficou longe da casamata no duelo. Ele, seu auxiliar Alexandre Mendes e alguns jogadores do time profissional assistiram à partida dos camarotes da Arena. Responsável por treinar a equipe em apenas um dia, Endres, de 35 anos, saiu satisfeito com o desempenho, principalmente no segundo tempo.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



– Acho que fui aprendendo ao longo do tempo em ser um pouco mais participativo. Não foi só o meu debut, mas o de muitos que estavam ali. Teve um certo nervosismo, principalmente no primeiro tempo. No intervalo, a gente conseguiu relaxar. Vimos aquilo que o Ceará estava proposto e que não precisava só defender. Por isso tentamos fazer que o time fosse mais para a frente e conseguimos o empate. O rendimento do grupo foi muito positivo, entendendo a situação que foi e treinando somente ontem (quarta-feira). Os jogadores conseguiram se dedicar ao máximo e fico muito feliz – celebrou o treinador, que agradeceu à direção pela oportunidade.

Para os jogadores que tiveram uma vitrine para mostrar o futebol em jogo transmitido pela televisão para todo o país, sair de campo com o Grêmio vivo na tabela da Primeira Liga já está de bom tamanho. Até porque depende apenas das próprias forças para passar de fase. Enfrenta o América-MG, no dia 5 de abril, novamente na Arena. A falta de entrosamento também foi citada, mas os atletas elogiaram a superação de cada um.

– Dentro do possível, era um objetivo pelo menos pontuar. Não temos o entrosamento ideal, treinamos só um dia. E o Grêmio fica vivo na Primeira Liga. Era o objetivo – disse Ty.





O zagueiro Lucas Rex foi o autor do gol de empate gremista, de cabeça. Para ele, é uma demonstração que pode fazer parte do plantel principal.

– Nada melhor que o primeiro gol para dar confiança. Estava esperando essa oportunidade, trabalhando há dois anos. Nosso objetivo era pontuar – destacou.

Mesmo com apenas um ponto, o Grêmio depende de si para passar às quartas de final da Primeira Liga. Se vencer o América-MG na Arena, no dia 5 de abril, vai aos quatro pontos e ultrapassa o Ceará, que soma três e é vice-líder. O Flamengo, com sete, já está classificado. No sábado, o time profissional volta-se ao Gauchão, no Gre-Nal 412, às 18h30, na Arena.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Grêmio