Publicada em 12/01/2017, às 08:58

Preparação caprichada: Cruzeiro pode bater recorde de 85 jogos em 2017

Com possibilidade de fechar o ano com número excessivo de partidas, pré-temporada é ainda mais valorizada entre jogadores e comissão técnica da Raposa

Cruzeiro começa regime de concentração para temporada de 2017 (Foto: Washington Alves/Light Press)

Os jogadores do Cruzeiro estão em regime de concentração na Toca da Raposa II desde terça-feira. É na pré-temporada que os atletas conseguem toda a base física para o ano, por isso a importância do período. Em 2017, os dias que antecedem aos jogos do Cruzeiro serão ainda mais importantes. Este ano, o clube mineiro pode disputar até 85 partidas oficiais. Para isso, tem que chegar às finais de todas as competições, com exceção do Campeonato Brasileiro, que tem o número de partidas fixo. Desta maneira, o time disputaria 15 jogos no Campeonato Mineiro, 14 na Copa do Brasil, seis na Primeira Liga e 12 na Copa Sul-Americana. Somando os 38 do Brasileirão, o número total seria de 85 partidas.

O caso oposto, de eliminações precoces em todas as competições, proporcionaria o número de 55 jogos na temporada. Neste caso, seriam 11 jogos no Mineiro, um na Copa do Brasil, três na Primeira Liga e dois na Copa Sul-Americana.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

Ninguém no Cruzeiro, no entanto, pensa na segunda hipótese. Se os jogadores pudessem escolher desde já, todos optariam por disputar 85 partidas. Para isso, a pré-temporada é fundamental, como diz o goleiro Rafael.



- Vamos disputar cinco competições no ano, quatro têm o término no final do ano, a preparação no inicio é fundamental para que possamos passar o ano inteiro bem e chegar inteiros no final do ano. Tenho certeza que é desgastante, todos nós já estamos cansados por causa dos trabalhos, porque é levado o treino ao limite para que possamos estar bem. Temos certeza que possamos estar preparados, porque sabemos que a parte física é um dos pontos fundamentais no momento do jogo.

O volante Lucas Romero concorda com Rafael. Para o argentino, o sacrifício dos dias de pré-temporada tem que ser compensado, ao fim do ano, com títulos.

- Eu acho que tem um calendário muito apertado. São muitas competições no ano. Então é importante fazer um bom começo de temporada, que vai dar sustento para todo o ano. Começamos a pré-temporada um pouco mais tarde. Acho que temos que nos preparar para tudo que vem. Temos que trabalhar, sempre pensando em fazer um grande sacrifício para chegar bem no primeiro jogo da temporada.

Ariel Cabral não vê o excessivo número de partidas ao longo do ano como um problema. Para ele, se o time estiver bem preparado, consegue suportar perfeitamente a maratona anual.

- Não preocupa. Acho que o time está trabalhando fisicamente e taticamente, misturando todos os trabalhos. A pré-temporada é muito importante. Fazemos muito físico e trabalho com bola. Não teremos problemas com tantos jogos. Nosso time é bom. Com os jogadores que chegaram estamos muito bem.

Jogos do Cruzeiro nas últimas 10 temporadas

2016 - 65 jogos
2015 - 63 jogos
2014 - 71 jogos
2013 - 60 jogos
2012 - 56 jogos
2011 - 61 jogos
2010 - 65 jogos
2009 - 69 jogos
2008 - 63 jogos
2007 - 61 jogos

Possibilidade máxima para 2017 - 85 jogos

Campeonato Mineiro - 15 jogos
Copa do Brasil - 14 jogos
Primeira Liga - 6 jogos
Copa Sul-Americana - 12 jogos
Campeonato Brasileiro - 38 jogos

Possibilidade mínima para 2017 - 55 jogos

Campeonato Mineiro - 11 jogos
Copa do Brasil - 1 jogo
Primeira Liga - 3 jogos
Copa Sul-Americana - 2 jogos
Campeonato Brasileiro - 38 jogos

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- De Arrascaeta e Manoel são as novidades em treino do Cruzeiro
- Cruzeiro anuncia a contratação de zagueiro ex-Flu
- Mano indica Ezequiel na reserva contra o Flamengo e revela dúvida no meio
- Sonho, proposta, dívida e chances afastam Ramon Ábila do Cruzeiro
- Leia mais notícias sobre Cruzeiro em www.futnet.com.br/cruzeiro

Mais sobre - Cruzeiro