Publicada em 11/01/2017, às 17:14

Organizada do Timão protesta contra dirigentes e pede raça a jogadores

Gaviões da Fiel compareceu ao CT Joaquim Grava nesta quarta-feira, dia da reapresentação dos jogadores do Timão. Roberto de Andrade e Andrés Sanchez foram os principais alvos

Cerca de 200 torcedores foram ao CT (FOTO: Guilherme Amaro)

A Gaviões da Fiel, maior organizada do Corinthians, realizou um protesto na tarde desta quarta-feira, em frente ao portão principal do CT Joaquim Grava, enquanto os jogadores se reapresentavam após o período de férias. Os torcedores criticaram o presidente Roberto de Andrade, o vice André Negão e o ex-presidente Andrés Sanchez. Eles também pediram raça aos atletas: "ou joga por amor, ou joga por terror".

Com instrumentos, bandeiras e diversas faixas, o protesto contou com cerca de 200 pessoas, de acordo com a Polícia Militar. A segurança foi reforçada, mas não houve tumultos durante os 30 minutos de protesto.

Uma das maiores críticas da organizada é em relação às contas da Arena Corinthians. Assim como já havia acontecido em outros protestos recentes, os torcedores cobraram transparência e cantaram: "O estádio está falindo o Timão".

Leia Mais
- Corintianos esgotam ingressos para final do Paulistão em 45 minutos
- Jô se diz decisivo e destaca importância de título para o Corinthians
- Corinthians estreará segunda camisa no domingo, contra a Ponte; veja o modelo
- Em nova guerra política, Conselho do Corinthians vota contas nesta quinta-feira
- Leia mais notícias sobre Corinthians em www.futnet.com.br/corinthians

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Corinthians