Publicada em 11/01/2017, às 20:52

Apresentado, Roberson se diz grato a Zago e prevê "sofrimento" no Inter

Ex-Juventude, atacante é o primeiro reforço oficializado pelo Inter para a temporada

Roberson é apresentado como jogador do Inter (Foto: Eduardo Deconto)

Instantes após se despedir do ídolo Alex, o Inter abriu as portas para Roberson. Primeiro reforço do Colorado para 2017, anunciado ainda em 2016, o atacante enfim foi apresentado nesta quarta-feira, no Centro de Treinamento do Parque Gigante. Logo de cara, se disse "em casa" no ambiente colorado para "sofrer" ao longo da temporada para devolver o clube à Série A. E, claro, tratou de agradecer ao técnico Antônio Carlos Zago, com quem trabalhou no Juventude.

Não à toa. Roberson era um dos pilares do Alviverde comandado pelo treinador em 2016. Ao lado do comandante, o jogador se destacou nas disputas do Gauchão, da Série C e da Copa do Brasil. O que não lhe faz baixar a guarda em busca de um espaço na equipe titular do Colorado.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

- Eu pude agradecer ele (Antônio Carlos). Já venho trabalhando com ele. Ele sabe a forma que eu jogo, e isso vai facilitar para mim. Agora, é me dedicar ao máximo e, com certeza, tem tudo para dar certo e para fazer um grande ano. Chegar ao Inter representa muito para mim. É um clube que sempre gostei. Um clube que tem o respeito de todos no Brasil e fora. É uma camisa bonita, do Campeão de Tudo. Quando soube da possibilidade, logo disse sim. Sei que vou fazer um grande ano e que vamos comemorar o acesso ao final do ano - afirma o jogador.



Roberson teve seu primeiro contato com o grupo todo nesta quarta-feira, na reapresentação do elenco para 2017. Já em casa, o meia-atacante garante que ele e os companheiros terão de batalhar muito para cumprir os objetivos da temporada.

- É um ano que o Inter vai sofrer bastante. A gente que está chegando agora já sabe disso. Vai precisar de muito empenho. O contato com o grupo foio melhor possível. Eu já tinha jogado com alguns. É um lado positivo. Eu me sinto em casa. Espero jogar. Estou ansioso, como todos. Todos me receberam bem. Estou feliz e vou fazer um grande ano - ressalta o atacante.

Depois de começar o ano em baixa, Roberson virou um dos destaques da campanha do time da serra gaúcha na campanha do vice-campeonato estadual em 2016 – foi derrotado na final justamente para o Inter. Marcou cinco gols, entre eles dois contra o Ypiranga, nas quartas de final, e outros dois diante do Grêmio na semi, tanto na ida, quanto na volta.

Com a braçadeira de capitão, ainda levou o Juventude até as quartas de final da Copa do Brasil, quando foi eliminado pelo Atlético-MG nos pênaltis. Nas oitavas, fez os dois da vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo em pleno Morumbi. Também liderou a equipe na campanha que colocou os gaúchos novamente na Série B do Campeonato Brasileiro. Anotou mais cinco tentos na disputa da Série C e terminou 2016 com um total de 13.

Roberson começou a carreira no Camboriú, de Santa Catarina, em 2006. Aos 18 anos, foi para o Grêmio. De lá, seguiu para o Juventude em 2010. Depois, voltou ao Tricolor e teve passagens por Sport, Avaí e Náutico até retornar ao Ju em 2014. No ano seguinte, ficou oito meses na Argélia e retornou a Caxias do Sul no início de 2016.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- Técnico do Inter se manifesta após resposta polêmica em coletiva: 'Fui infeliz'
- Questionado sobre atuação do Inter, Guto Ferreira dá resposta polêmica à repórter: 'Você é mulher. Não jogou'
- Inter vence o Luverdense no Beira-Rio com gol polêmico e encosta no G4
- Em busca de um atacante, diretoria do Internacional mira Grafite
- Leia mais notícias sobre Internacional em www.futnet.com.br/internacional

Mais sobre - Internacional