Publicada em 10/01/2017, às 19:32

Por que o Santos ainda não apresentou proposta por Robinho ao Atlético-MG

A diretoria santista gostaria de ter certeza que o atleta está disposto a voltar

O atacante Robinho já participa de treinos no Atlético-MG, em 2017. Fonte: Bruno Cantini/Atlético

Apesar de ver os representantes de Robinho se agradarem com a oferta salarial, o Santos não enviou a sua proposta oficial ao Atlético-MG para tentar contratar o jogador do time de Belo Horizonte. O UOL Esporte apurou junto ao clube paulista que, antes disso, a diretoria santista gostaria de ter certeza que o atleta está disposto a voltar. Eles acreditam que não.

E o motivo não é financeiro. Os dirigentes santistas alegam nos bastidores que a última negociação para fechar com Robinho, no início do ano passado, antes dele fechar com o Atlético-MG, gerou mágoas no atleta.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

Na ocasião, o presidente Modesto Roma esteve internado e, por isso, deixou a transação aos cuidados de terceiros. Nos bastidores da Vila Belmiro, a diretoria santista reconhece que alguns dirigentes erraram em dois sentidos: não deram a atenção que o ídolo merecia e "pesaram a mão" na transação, colocando o jogador "na parede" para que ele aceitasse a proposta. Sem acerto com o Santos, Robinho fechou com o Atlético-MG até o fim desta temporada.



Neste ano, Modesto Roma tenta corrigir a falha da diretoria santista e não esconde, até publicamente, que sonha com o retorno do ídolo ao Santos.

Internamente, o dirigente também não mede esforços para contratar o atacante. Na última sexta-feira, em encontro com a advogada e representante do atleta, Marisa Alija, Modesto Roma apresentou os valores financeiros que está disposto a pagar por Robinho e viu que agradou o estafe do jogador.

Os números superam os R$ 600 mil mensais, mas tanto o clube, como o estafe do atleta, não confirmam os valores financeiros.

Caso tenha a certeza que Robinho deseja voltar, o Santos promete "barganhar" o valor da multa rescisória. Qualquer clube que esteja interessado em Robinho precisa gastar R$ 100 milhões para quebrar o vínculo do jogador com o Atlético, que vai até dezembro.

O clube paulista promete fazer uma estimativa de mercado, alegando que Robinho tem contrato somente até o fim deste ano com o Galo. O valor da proposta ao clube mineiro ainda é mantido em sigilo.

Fonte: UOL Esporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- Cuca diz que Jailson continua no gol e Deyverson fará sua estreia no Verdão
- Poupado, Diego desfalca o Flamengo; Conca e Diego Alves seguem fora
- Cássio responde críticas, lamenta desfalques e se esquiva sobre Walter
- Em treino cheio de incentivo, Dorival cobra mais velocidade no São Paulo

Últimas